Como enfrentar um problema quando não tens ideia de como resolvê-lo

//Como enfrentar um problema quando não tens ideia de como resolvê-lo

Como enfrentar um problema quando não tens ideia de como resolvê-lo

2018-06-15T13:02:28+00:00 June 15th, 2018|Desenvolvimento pessoal|
  • Ao longo da nossa carreira, somos chamados a resolver problemas. Podem ser trabalhos académicos difíceis, tarefas na nossa empresa ou uma questão burocrática.
  • Em todos estes cenários, muitas vezes nos sentimos perdidos: nessas horas, é preciso ter calma, pois grande parte dos problemas existem para ser resolvidos.
  • A capacidade de solucionar problemas complexos, corrigir organizações problemáticas e gerenciar crises com sucesso é uma competência valorizada pelo mundo corporativo.
  • Após bastante persistência e esforço pessoal, é possível transformar uma situação aparentemente esmagadora em algo produtivo

David Sturt, autor do livro “Great Work: How to Make a Difference People Love”, best-seller do New York Times, diz que é normal não ter a mínima ideia de como completar um projeto. Até executivos, por mais experiência que tenham e por mais que disfarcem, são susceptíveis à insegurança no ambiente de trabalho da mesma forma que outros funcionários.

Em uma conversa que teve com um dos mais bem sucedidos designers de exposições comerciais televisivas, já tendo feito trabalhos para as marcas mais famosas do mundo, este contou-lhe que, toda vez que recebe um projeto novo, fica nervoso e não tem ideia de como começar. Ele, porém, confia no seu processo criativo, e, ao enfrentar o problema de frente, devagar vai descobrindo as soluções de que necessita.

Nestas situações, não adianta ficar paralisado, e nem ponderar exaustivamente todas as opções possíveis: é preciso agir! Já dizia um provérbio chinês: “Aquele que pondera todas as possibilidades antes de dar um passo passará a vida toda em uma perna só”.

Não sei o que fazer! E agora?

É impossível viver sempre numa zona conforto quando se trata da tua carreira. Haverá situações em que as tuas competências de resolução de problemas serão testadas, e precisarás fornecer soluções para tarefas que não fazem parte exatamente da tua especialidade.

Se estás numa situação destas, e precisas desesperadamente de conselhos, aqui tens um passo-a-passo que poderá ajudar-te nas horas mais desafiantes:

1. Deixa de lado a tua perspectiva pessimista

Muitas vezes o nosso primeiro pensamento diante de um problema ou tarefa difícil é: “Não consigo fazer isto”. Criamos imensas dificuldades, e nossa imaginação imediatamente torna-se derrotista, e vê problemas até onde eles não existem. Eventualmente, porém, te apercebes que tens mesmo de resolver aquela situação, e o quanto antes começares a trabalhar, melhor.

Então, o melhor a se fazer é atirar para longe o teu negativismo, e abordar o projeto em mãos com a atitude de que irás usá-lo para ganhar novas competências, fazer novas conexões e provar ao teu chefe, à tua professora, ou a ti mesmo, que tu consegues.

2. Começa com um pequeno passo

Não importa a relevância aparente do que fizeres, se só criaste uma planilha, contactaste um colega, ou pesquisaste no Google: o importante é começar. Pode parecer insignificante, mas ao fim do dia estarás mais avançado do que se tivesses ficado a lamentar e a dizer a ti mesmo que não irias conseguir. Começa por descobrir o que precisa ser feito, o contexto no qual se insere a atividade que tens de fazer ou o problema que tens de resolver.

3. Recolhe informações e recursos

Agora que te comprometeste à tarefa que te foi atribuída, está na hora de encarar a realidade de que talvez não tenhas as ferramentas ou conhecimentos necessários para completar o projeto. Às vezes, uma simples pesquisa no Google, ou então organizar um passo-a-passo, ou até fazer um brainstorming pode ser um grande passo em direção à resolução do problema. Se a tarefa for de uma grande magnitude, muitas vezes terás que recorrer a colegas, contratar um funcionário ou aprender uma nova competência para resolvê-la.

4. Executa o plano

Agora, chegou a hora de executar o plano que criaste. Confia nas tuas intuições e permanece firme em tuas decisões. Se tens os recursos necessários, fizeste as reuniões que tinhas de fazer e preparaste os materiais, tens plena capacidade de ir até o cerne do problema. Se ainda te sentes inseguro, lembra que só há duas possíveis trajetórias a partir de agora: ou tudo corre conforme o planeado, ou o problema não será completamente resolvido de primeira, e necessitas de mais uma chance.

5. Avalia e, se necessário, tenta outra vez

Depois de uma primeira tentativa, virá o feedback do teu chefe, professora, colegas, ou quem quer que seja. Eles estarão em melhor posição para avaliar o teu progresso, verificar onde é que falhaste e oferecer conselhos sobre como proceder a partir de agora. Mesmo que não sejas 100% bem-sucedido, mostraste ao teu chefe que és capaz de encarar problemas com a atitude certa, ao invés de reclamar e murmurar que não és capaz.

Ser atribuído com uma tarefa difícil pode ser extremamente assustador, mas quando a enfrentas com uma atitude positiva e uma estratégia bem pensada, é possível dar uma resposta. Poderá não ser a melhor numa primeira vez, mas será algo a partir do qual podes progredir e crescer profissionalmente.

Por vezes, muitos dos problemas que enfrentamos requerem novas competências da nossa parte. Se estás com um desafio diante de ti, e precisas desenvolver novas competências, aprender algo novo ou continuar os teus estudos, confere este link com milhares de opções de cursos superiores que poderão ser a diferença na tua vida quando tiveres de enfrentar os problemas da tua carreira profissional.