Como construir a tua rede profissional

/, Habilidades/Como construir a tua rede profissional

Como construir a tua rede profissional

2018-06-13T18:39:15+00:00 March 28th, 2018|Gestão e Negócios, Habilidades|
  • O networking é uma forma de aproximar pessoas com interesses parecidos, com o intuito de gerar reciprocidade, solidariedade, conhecimento e acesso a novas oportunidades e negócios.
  • É preciso estabelecer relacionamentos profissionais de longo prazo, com seriedade, dedicação e disposição para contribuir incondicionalmente.
  • Contatos sem relacionamento são só isso: contatos. Aprende a priorizar qualidade sobre quantidade, para que consigas construir uma boa rede profissional.
  • Para desenvolver uma rede profissional, participa de eventos, meet ups, fóruns de discussão, conferências, cria uma conta no LinkedIn, e esteja aberto a momentos de interação com outras pessoas.

Em 1967 surgiu um estudo psicológico denominado The small world problem (“O problema do mundo pequeno”, em português), que afirmava que seriam necessários no máximo seis laços de amizade ou conexão para que duas pessoas quaisquer no mundo estivessem ligadas. Trata-se de um princípio que contém uma lição importante: construir uma rede de contatos rica pode aumentar as tuas oportunidades de sucesso profissional, pois um contato leva a outro.

Uma pesquisa feita pelo LinkedIn, a rede social para profissionais, mostrou que, entre os profissionais entrevistados, 80% deles acreditavam que o networking era importante para o sucesso na carreira. 70% deles também afirmaram que foram contratados por uma empresa na qual possuíam um contato, e 35% disseram que uma conversa informal através do LinkedIn levou a uma nova oportunidade.

Entretanto, esse mesmo inquérito revelou que existe um fosso grande entre as atitudes e os comportamentos relacionados ao networking. Mesmo que muitos tenham afirmado o diferencial que o networking pode fazer em suas vidas, 38% disseram que tinham dificuldades em manter contato com a sua rede profissional, metade dos quais por falta de tempo, e 49% afirmaram que raramente mantinham contato com a sua rede quando as coisas caminhavam bem em suas carreiras.

Foi olhando para essa carência que ficamos motivados a ajudar-te, mostrando os passos essenciais para construíres a tua rede profissional.

1. Socializa-te

Sempre irás precisar dos outros para subir na hierarquia de uma empresa, conseguir um novo emprego ou até para tornar a rotina de trabalho mais divertida. Por isso, tens de ser uma pessoa sociável. Se não tens jeito para ser extrovertido, não precisas forçar. É mais importante ser simpático, cordial e bem educado. O outro extremo também não é aconselhável: não penses que vais longe isolando-te de tudo e de todos.

É extremamente importante investires na tua visibilidade. Novamente, não é ser uma pessoa esnobe, show-off, e sim alguém que marca presença em diferentes espaços. As outras pessoas têm de saber como estás, o que estás a fazer, com o que tens trabalhado. Podes fazer isso de diversas formas, por e-mail, através das redes sociais ou então cara a cara.

Cria contas no LinkedIn, Twitter, Facebook e companhia, e desenvolve os teus relacionamentos nesses espaços virtuais. Para além disso, todos os setores profissionais têm congressos, conferências e eventos nos quais podes, e deves, participar. Assim, podes manter-te atualizado sobre o que se passa no teu setor, e conhecer novas pessoas, construir pontes e desenvolver novos relacionamentos.

2. Qualidade e quantidade

Não te esqueças, porém, que qualidade é melhor do que quantidade. Ter milhares de amigos no Facebook não significa nada se quase nunca conversas com eles. Por isso, foca nos contatos com que podes criar um vínculo profissional que gere bons resultados tanto para ti quanto para eles.

Que pessoas devem fazer parte da tua rede? Em primeiro lugar, família e amigos mais próximos. Depois, teus colegas na faculdade ou no trabalho. Quando tiveres feito isto, começa a procurar comunidades e organizações profissionais do teu ramo. Segue pessoas que admiras e/ou que sejam do teu setor profissional nas redes sociais. Por fim, é preciso gerir toda esta rede de conexões, e para isto terás sim que gastar algum tempo e esforço.

3. Generosidade e empatia são fundamentais

É fundamental compreender que, se não estás disposto a ajudar outras pessoas, não espere que elas te ajudem. Não sejas egoísta: antes, pensa sobre como podes ajudar todas as pessoas com as quais cruzas, literal ou figuradamente. No futuro, muitas se lembrarão do que fizeste e irão retribuir o favor.

Aqui vão algumas pequenas dicas sobre como demonstrar generosidade e empatia:

  • Sê um bom ouvinte: dá a oportunidade às pessoas de se expressarem. Não faças com que tudo seja acerca de ti próprio. Se fores capaz de demonstrar interesse genuíno naquilo que as pessoas dizem, a conexão se formará mais facilmente. Até poderás identificar os desafios pelos quais as pessoas passam e, quem sabe, oferecer conselhos.
  • Toma a iniciativa: se conheces pessoas novas num evento, numa situação corriqueira do cotidiano ou até online, sê tu o primeiro a procurá-las e iniciar um diálogo. Como já foi dito, não forces a relação, para que as pessoas não se sintam constrangidas. Mas é importante que dês continuidade ao vínculo que foi estabelecido.
  • Prepara-te para uma abordagem personalizada a cada pessoa: por vezes será necessário marcar encontros pessoais, pois o olho no olho faz toda a diferença. Nada de mensagens genéricas nas redes sociais, e se sabes de alguém que teve uma conquista profissional importante, parabenize-a.

4. Pensa a longo prazo

Concentra-te em formar relacionamentos benéficos para ambas as partes que ficarão para o futuro. Se as pessoas veem que estás disposto a ajudá-las, que marcas presença de tempos em tempos e que investes nos relacionamentos que tens, isto abre-te espaço para maior sinceridade e franqueza com elas.

Assim, quando for a hora certa, não precisas ter medo de pedir ajuda. Elas estarão abertas a pedidos de apresentação a novos contatos e oportunidades. Queres ser apresentado a alguém que pode te abrir portas? Queres uma reunião? Queres conselhos ou feedback? Pede!

Não percas tempo, investe já na tua rede profissional e verás que o networking dará bons frutos!