10 habilidades financeiras que podem ajudá-lo no futuro

/, Habilidades/10 habilidades financeiras que podem ajudá-lo no futuro

10 habilidades financeiras que podem ajudá-lo no futuro

2018-06-13T18:42:20+00:00 January 5th, 2018|Gestão e Negócios, Habilidades|

Gerir um negócio é desafiador, mas será que está a conseguir tirar o proveito máximo da sua parte financeira?  

As organizações precisam de pessoas com conhecimentos financeiros e com competências para tomarem decisões assertivas e capazes de identificarem oportunidades de negócio.

Dominar literacia financeira significa ter conhecimento de tópicos específicos relacionados com assuntos monetários, económicos ou financeiros para que sejam feitos julgamentos informados e tomadas decisões relacionadas com a gestão de dinheiro, escolha de serviços e produtos financeiros, aplicação de poupanças e recurso ao crédito em condições que sejam mais vantajosas. Com estes conhecimentos, desenvolvem-se competências financeiras que, entre outras, passam pela capacidade de fazer a avaliação do risco financeiro das situações e desenvolvem-se habilidades financeiras, fundamentais, quando se pretende progredir na carreira e enfrentar um mercado exigente e em constante mudança.

Estas são 10 habilidades financeiras que podem ajudá-lo no futuro:

  • Investir:

No mercado financeiro, não basta realizar investimentos, é importante que estes sejam feitos de um modo variado. Atualmente, devido ao cenário económico e à competitividade constante do próprio mercado, é fundamental sair do convencional e procurar formas alternativas para obter melhores resultados. Tal como um investidor que faz aplicações financeiras, todos os profissionais devem também investir em si próprios, procurando mais formação através de programas de pós-graduação, mestrados e até mesmo doutoramentos. O networking também é muito importante para alargar a sua agenda de contactos e abrir portas a novas oportunidades.

  • Tomar decisões inteligentes:

Ter a capacidade de analisar antecipadamente todas as informações e opções disponíveis, antes de se tomar uma decisão definitiva, evita agir sob pressão e vir a criar resultados superficiais ou pouco elaborados;

  • Arriscar:

Para se ser um bom profissional, seja em que área for, é fundamental saber como e quando arriscar. É preciso ter coragem para se colocar numa situação de risco, mas assumir um determinado desafio poderá contribuir para que os negócios cresçam e a sua carreira também. É preciso saber a hora certa para investir também quando é que deve desistir, tal como se de um jogo se tratasse. Para isso é crucial uma boa base de conhecimentos de estudo de mercado e estar atualizado.

  • Capacidade crítica:

Esta é capaz de ser a habilidade mais difícil de se desenvolver, mas uma das mais importantes que fará, com certeza, a diferença. Conseguir analisar criticamente e construtivamente decisões tomadas, com recurso à lógica e ao raciocínio, identificando detalhadamente a realidade e as atitudes tomadas, não só contribuirá para o ambiente de trabalho com a sua equipa, como poderá também definir significativamente qual o sucesso que terá.

  • Definir objetivos claros:

Uma das primeiras etapas que todo o profissional deve realizar é definir objetivos pois ao alcança-los significa que conseguiu chegar onde pretendia. Por uma questão de organização e poupança de tempo, estabelecer objetivos também ajuda.

  • Valorizar:

No mundo de mercado global, muito provavelmente, ninguém melhor do que o próprio para atribuir a si mesmo o valor que merece. Daí ser fundamental valorizar cada hora que dedica ao seu trabalho, exigir condições para o fazer e proteger-se perante terceiros. Não perca tempo com questões menores, foque-se no que é realmente importante e no que lhe trará valorização pessoal e profissional.

  • Ter a iniciativa:

Não adianta que um profissional tenha várias ideias e muitos conhecimentos, senão tiver a atitude e a destreza de tomar iniciativas necessárias, possibilidade que os seus planos saiam do papel e se tornem realidade.

  • Controlar:

Saber e conseguir controlar o dinheiro que entra e saí, contribui para que seja mais bem-sucedido e cria tranquilidade financeira. As pessoas prósperas seguem algumas estratégias que gastam dinheiro:

7.1 Procuram e comparam valores;

7.2 Pedem e escolhem por algo com algum desconto;

7.3 Verificam recibos e faturas;

7.4 Transformam ou eliminam despesas superficiais;

7.5 Poupam e tentam equilibrar as contas bancárias;

7.6 Armazenam os seus recibos e faturas;

  • Perspicácia comercial:

É importante que, sendo um profissional da área financeira, se compreenda a relação entre o comportamento tributário de uma empresa ou negócio e as necessidades do mercado. Ao ter conhecimentos comerciais, bem como interesse pelas últimas tendências, possui maior probabilidade de ser bem-sucedido.

  • Conhecimento em software TI:

Já não é suficiente ter os conhecimentos básicos em informática, é fundamental estar atento e aberto às novas tecnologias. São muitas as empresas que investem anualmente em plataformas de software de tecnologias de informação por todo o mundo e por isso os profissionais deverão também atualizar-se e procurar por mais e melhor conhecimento nas mais diversas especializações.

Concorda com estas habilidades? Acha que combinam consigo? Invista no seu conhecimento financeiro agora.